Vila de Itatinga

Bertioga-SP

Informações:

A Vila de Itatinga é outro patrimônio de Bertioga e que faz parte da história do Brasil. Autêntica vila inglesa, construída em 1910, abriga a primeira usina hidrelétrica do País e que até hoje ajuda a fornecer energia para o Porto de Santos, o maior da América Latina.

OBS: Não está aberto a visitação, devido a ser uma área federal, sendo a tratativa para tal em andamento.

Fonte: Prefeitura de Bertioga.


Forte São João

Av. Vicente de Carvalho, s/n - Centro, Bertioga - SP

Informações:

Forte São João recebe 90 mil visitantes em 2018

Todo bertioguense se orgulha do Forte São João, a fortaleza militar mais antiga do Brasil. O maior cartão postal da Cidade é parada obrigatória para quem visita Bertioga. Em 2018, o monumento recebeu mais de 90 mil visitantes vindos de toda a parte do País e exterior.

O Forte é tombado como patrimônio nacional e está na Lista Indicativa de monumentos que concorrem ao título de Patrimônio da Humanidade pela Unesco. No local, respira-se história. Inicialmente chamado de Forte São Tiago, a primeira construção era de paliçada e data de 1532. Já em alvenaria, a construção é de 1547.

O forte teve papel importante durante às guerras dos indígenas que viviam entre Bertioga e Ubatuba (Tupiniquins, aliados dos portugueses e os Tupinambás, influenciados historicamente pelos franceses) e foi palco de acontecimentos importantes para a História do Brasil. Em 1563, os jesuítas Manoel da Nóbrega e José de Anchieta se hospedaram por cinco dias, antes de irem para Ubatuba apaziguar os índios revoltados na Confederação dos Tamoios. Foi também de Bertioga que Estácio de Sá e sua esquadra partiram, em 1565, para dar combate aos franceses e fundar a cidade do Rio de Janeiro.

PADROEIRO

Passou a ser chamado de Forte de São João a partir de 1765, por conta de uma pequena capela, próxima ao forte, construída em homenagem a São João, hoje padroeiro da Cidade.

ARQUITETURA

A estrutura tem formato de polígono retangular com guaritas nas pontas e um terraço, que hoje funciona como mirante para visitantes. No interior, reúne artefatos que remontam a história do Brasil, como canhões, armaduras de guerra, fotos, quadros e esculturas.

SERVIÇO

O Forte São João fica localizado no Parque dos Tupiniquins (Avenida Vicente de Carvalho, s/nº, Centro). A entrada é gratuita. A visitação em janeiro acontece de quarta a sexta e domingo, das 9 às 21h; e sábados das 9 às 22h. A entrada é gratuita.

CONTATO

Telefone: (13) 3317-4128
E-mail: saojoaoforte@gmail.com

Fonte: Prefeitura de Bertioga


Gastronomia o Ano Todo

Informações:

Quando o assunto é sabor, Bertioga é, sem sombra de dúvidas, um prato cheio para quem gosta de comer bem. A culinária caiçara está presente desde os pratos mais simples, em um almoço executivo, até os grandes festivais gastronômicos, como o Festival da Tainha e o Festival do Camarão na Moranga.

Nesses eventos, a culinária se torna um elo entre passado e presente, tradição e contemporaneidade, pois celebram, antes de mais nada, a vida do caiçara. Esse caiçara com seus costumes e hábitos entra em contato com a vida agitada dos turistas que buscam, na Cidade, um recanto do viver bem.

O Festival da Tainha acontece no mês de julho e o Festival do Camarão na Moranga em agosto.

Fonte: Prefeitura de Bertioga


Aldeia Rio Silveira

Terras Indígenas do Rio Silveira

Informações:

Na divisa de Bertioga com o município de São Sebastião, encontra-se um registro vivo da história do Brasil. Lá, estão as Terras Indígenas do Rio Silveira, que hoje abrigam cerca de 500 índios da etnia Guarani.

A aldeia está localizada na Praia de Boracéia e no local as famílias cultivam palmito e plantas ornamentais, produzem artesanato e mantém acesa a chama do conhecimento da sua cultura, promovendo danças, músicas e culinária típica.


Cultura Indígena

Festival Nacional da Cultura e Esporte Indígena

Informações:

O Festival Nacional da Cultura e Esporte Indígena é um dos mais importantes do País. Um contato sem igual entre diferentes etnias, numa integração constante com os visitantes, valorizando as diversas manifestações culturais existentes no Brasil.

O evento, que conta com exposição de artesanato, apresentação artística e esportiva das etnias, tem como objetivo trazer à tona discussões temáticas voltadas às questões indígenas, ecológicas e socioculturais. O festival acontece todos os anos, no mês de abril.

Fonte: Prefeitura de Bertioga